Compostos bioativos vindos de vegetais são pouco consumidos no Brasil

Uma pesquisa de doutorado conduzida na Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo (FCF-USP) revelou que a ingestão de compostos bioativos pela população brasileira é muito baixa.

Presentes em alimentos de origem vegetal, como frutas, hortaliçasleguminosas e cereais, os compostos bioativos dos alimentos não são tão importantes para o organismo humano como os nutrientes essenciais, mas, com o consumo contínuo e em quantidades significativas, conferem vários benefícios à saúde por meio de suas ações antioxidante, anti-inflamatória, vasodilatadora e anticarcinogênica.

Estudos epidemiológicos indicam que indivíduos que consomem mais compostos bioativos têm menor risco de desenvolver doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2, doenças neurodegenerativas, degeneração macular relacionada à idade e alguns tipos de câncer.

Presentes em frutas, hortaliças, leguminosas e cereais, essas substâncias são associadas à prevenção de doenças crônicas

Compostos bioativos vindos de vegetais são pouco consumidos no Brasil

publicado originalmente em Veja saúde

✨🌻