Sonhos 🌻✨

Acordo e continuo a sonhar

Devaneios de uma tarde de verão

Alegrias que chegam ,ficam ,se vão

Estou completa ,vazia

Tanto e nada

Tudo e pouco

Tanto faz

O sonho dá força para esperar…

Da vida o melhor

Do mundo todo sabor

De aventura, sorvete ,amor ,chuva

Quero sonhar sempre e muito

Viver nas nuvens

Mundos paralelos, grandiosos ,singelos

Vida ,sorriso ,choro …sonhos✨✨✨

Assista a “Globo de Ouro/Asa Morena/Zizi Possi” no YouTube

Asa Morena 🌻✨

Me faz pequena, asa morena
me alivia a dor,
aliviando a dor que mata
me faz ser teu amor

Me toma no crescer
de um beijo muito louco,
me implodindo aos poucos
no universo a desvendar
a vastidão do teu amor.

Me toma sem pensar
num gesto muito forte
unindo o sul e norte do meu corpo,
frágil corpo com a mais pura emoção.

Me faz pequena, asa morena
me alivia a dor,
aliviando a dor que mata
me faz ser teu amor

Me toma no crescer
de um beijo muito louco,
me implodindo aos poucos
no universo a desvendar
a vastidão do teu amor

Me toma sem pensar
num gesto muito forte
unindo o sul e norte do meu corpo,
frágil corpo com a mais
pura emoção.

Me faz pequena, asa morena
me alivia a dor,
aliviando a dor que mata
me faz ser teu amor

Me toma no crescer
de um beijo muito louco,
me implodindo aos poucos
no universo a desvendar
a imensidão do teu amor

Me toma sem pensar
num gesto muito forte
unindo o sul e norte do meu corpo,
frágil corpo com a mais
pura emoção

Me faz pequena, asa morena
me alivia a dor,
aliviando a dor que mata
me faz ser teu amor

Compositor: (Zé Caradípia)

🌻✨

Extremismo🖤

Tudo que é demais

É ruim, prejudica

Se machucar só a nós…

Bom não é,mas se explica

O que temos visto contraria

Qualquer sentido de humano

De decente, aceitável

A pandemia grassando

O luto tomando conta do país

Gente sem máscara

Sem noção,sem vergonha

Sem vergonha de se deixar levar

Pelo ódio,a mentira,o extremismo

Gente que nega o vírus,a vacina

O direito à vida alheia

A perspectiva é cruel

Saída?Aonde?

O exemplo de descaso e pouco caso

Vem de onde deveria vir o socorro

Cada dia,um escárnio

Cada conta,mais caixões

Ou mudamos nós

Ou não haverá mais nada

Nem agora

Nem para as próximas gerações 🌼