Assista a “ESTUDO FAKE DA PREVENT SENIOR EMBALOU PROPAGANDA DE JAIR BOLSONARO PELA CLOROQUINA | Manda no Zap” no YouTube

Talvez o maior escândalo da saúde na história do Brasil…sim, e com respaldo do desgoverno que está jogando o país cada vez em um buraco mais fundo.

Alucinações e fanatismo, charlatanismo e más intenções, é o Brasil de 2021.

Manda no zap por aqui !

imagens da internet

Impressão de mãos infantis pode ser a arte pré-histórica mais antiga do mundo

Para alguns cientistas, um pedregulho contendo pegadas e marcas das mãos é tão importante quanto uma escultura de Michelangelo. O que está em jogo não é o refinamento da obra, mas a história por trás da criação: as marcações surgiram muito antes do que qualquer artista – na verdade, podem ter surgido antes de qualquer humano moderno. 

Uma pesquisa publicada no periódico Science Bulletin descreve o que pode ser a arte pré-histórica mais antiga do mundo. Marcações de pés e mãos fossilizadas no Planalto Tibetano datam de 169 mil a 226 mil anos a.C., segundo pesquisadores da Universidade de Guangzhou, na China. De acordo com a análise, elas devem ter sido feitas por crianças.

A datação ultrapassa qualquer registro de arte pré-histórica conhecido. Para efeito de comparação: uma intervenção artística recentemente atribuída aos neandertais foi feita há 64,8 mil anos, enquanto o desenho de um javali, tido como a arte figurativa mais antiga do mundo, tem 45,5 mil anos.

As marcações encontradas no Planalto Tibetano datam de 169 mil a 226 mil anos a.C. – e parecem ter sido feitas intencionalmente por crianças de 7 e 12 anos.

Impressão de mãos infantis pode ser a arte pré-histórica mais antiga do mundo

publicado originalmente em superinteressante

Primaverando 🌻✨🌷

Setembro maduro,as flores chegando

Perfume no ar,os passarinhos cantando

O inverno foi lindo

Romântico , chique , elegante

Mas é com as plantas brotando

A confusa proporção de aromas e sons

As borboletas voando

Que me sinto assim…

Primaverando

Amo esse perfume selvagem

A brisa fresca sem ser fria

A profusão de cores que chega junto

Junto a primeira paisagem…

Talvez a mais doce estação

Sempre renovada e lúdica

Florindo até a via pública

Não poupa de luz e beleza

Ninguém , nem lugar algum

Viva a vida,as plantas, borboletas

Viva as flores, passarinhos e frutas

Primavera,primaveril

Primaverando 🌻✨🧚‍♂️

imagens do Pinterest

Dieta cetogênica não é para qualquer um

Propagada sobretudo como emagrecedora, a dieta cetogênica pode ameaçar a saúde. Essa é a conclusão de uma revisão de estudos publicada na revista científica Frontiers in Nutrition.

Segundo os autores, no longo prazo esse padrão elevaria o risco de doenças cardíacas, câncer, diabetes e Alzheimer. Sobretudo grávidas e pacientes renais nem deveriam pensar no assunto.

É que, em geral, quem segue essa dieta costuma abusar da gordura saturada — justamente o tipo que se pede para ingerir com moderação. Essa versão está em carnes vermelhas e processadas, queijos, ovos e manteiga.

“Em paralelo, há restrição de alimentos protetores, como vegetais e grãos”, lembra a nutricionista Fernanda Imamura, de São Paulo. “Muitas pessoas acham que essas dietas são inofensivas. Mas não são”, reforça.

Ela prevê alto consumo de gorduras e porções ínfimas de carboidrato

Dieta cetogênica não é para qualquer um

publicado originalmente em Veja saúde

Humanos podem estar produzindo roupas há 120 mil anos, diz estudo

Em estudo publicado na última quinta-feira (16), uma equipe de pesquisadores relatou a descoberta do que pode ser a evidência mais antiga da produção de roupas pelo Homo sapiens. Os objetos foram encontrados na Caverna Contrebandiers, em Marrocos, e datam de 90 a 120 mil anos atrás.

Os objetos encontrados são 62 ossos que parecem ter sido transformados em ferramentas, semelhantes a algumas utilizadas hoje para trabalhos com couro. São objetos de extremidade larga e arredondada, parecidos com espátulas. Eles provavelmente foram formados a partir de costelas de animais.

As ferramentas seriam ideais para remover e preparar o couro e a pele de animais, sem perfurá-los, para a produção de vestimentas – ou até materiais para outras produções, como abrigos. Os pesquisadores não descartam a possibilidade de que os objetos tenham sido utilizados para outras atividades também.

Os cientistas acreditam que os primeiros humanos transformavam os ossos desta maneira, para usá-los como ferramentas.

Não se tem certeza sobre quando a produção e o uso de roupas pelos humanos começou, mas provavelmente o hábito de se vestir surgiu há mais de 120 mil anos – alguns pesquisadores já indicaram até 170 mil anos. As roupas em si dificilmente se preservam, então os cientistas recorrem à análise de possíveis ferramentas usadas na confecção.

Nada de Adão e Eva pelados no Éden. Ferramentas encontradas em caverna do Marrocos podem ter sido usadas para preparar o couro de animais para a produção de roupas.

Humanos podem estar produzindo roupas há 120 mil anos, diz estudo

publicado originalmente em superinteressante