A escravidão no Brasil passada a limpo

Lançamento de segundo volume da trilogia de Laurentino Gomes inspira lista de livros sobre população escravizada no país, 133 anos após abolição.

Maior território escravista do hemisfério ocidental, o Brasil foi, entre os países do Novo Mundo, o que mais tempo resistiu a proibir oficialmente o tráfico de pessoas e o último a abolir o cativeiro, por meio da Lei Áurea, em 1888. Mesmo após 133 anos, a população negra ainda sofre consequências de uma escravidão que durou mais de três séculos, e que persiste no racismo estrutural da sociedade brasileira.

A escravidão no Brasil passada a limpo

publicado originalmente em Veja

✨🌻