Rita Lee sacode a poeira e brilha em 2021 com mostra e single

O ano de 2021 não começou bem para Rita Lee. Conhecida por sua jovialidade e alegria de viver, a cantora foi pega de surpresa com o diagnóstico de um câncer no pulmão. A notícia, no entanto, não a abalou. Aos 73 anos, Rita sacudiu a poeira, enfrentou o tratamento e fez a doença regredir. Agora, ela deixa 2021 como uma das artistas mais produtivas do ano, laureada, inclusive, com o troféu Arcanjo de Cultura, entregue nesta quarta-feira, 8, que premiou a mega-exposição em sua homenagem, em cartaz no Museu da Imagem do Som, em São Paulo. Nos últimos doze meses, além da exposição, Rita lançou também um álbum de remixes de seus principais hits, o novo single Change, além de finalizar seu novo um livro infantil, previsto para ser lançado no início de 2022. Ufa!

Considerada uma das melhores exposições do ano em São Paulo – e olha que a concorrência foi acirrada, com as elogiadíssima mostra sobre Clarice Lispector, no Instituto Moreira Salles, e a retrospectiva de Maria Martins, no Masp -, o evento que celebra Rita Lee ficará em cartaz até até fevereiro do ano que vem. Parte desse sucesso veio dos detalhes minuciosos e da vasta quantidade de material raro disponível. Com direção artística de Guilherme Samora, curadoria do filho João Lee, cenografia de Chico Spinosa e sob a supervisão da própria Rita, a exposição que comemora seus 50 anos de carreira encanta os visitantes com os figurinos originais de diversas fases da vida da cantora (como o da Santa Rita de Sampa e o vestido de noiva). Estão lá ainda documentos, fotografias e manuscritos de músicas pinçados de um baú guardado há décadas pela artista.

A despeito de um tratamento contra o câncer, a cantora lançou uma mega-exposição, música inédita, álbum de remix e prepara novo livro infantil

Rita Lee sacode a poeira e brilha em 2021 com mostra e single

publicado originalmente em Veja

✨🌻

%d blogueiros gostam disto: