Por que você deve reduzir a carne vermelha se quiser ter mais saúde

Embora o consumo de carne tenha caído cerca de 1,4 quilo per capita em 2020 no Brasil, sempre fomos conhecidos mundo afora pelo nosso apreço pela carne vermelha. Cortes de vaca, porco, cordeiro e vitela, por exemplo, são, de fato, ricos em proteínas, vitaminas, ferro e zinco. No entanto, o consumo em excesso, sobretudo de carnes processadas (salsicha, linguiça e bacon), tem sido associado ao aparecimento de doenças comuns. Fazem parte da lista diabetes, problemas cardíacos, AVC e câncer. No caso dos tumores, discute-se cada vez mais a influência da carne vermelha, principalmente (de novo!) a processada, no crescimento de bactérias patogênicas na microbiota intestinal. Isso pode alterar o equilíbrio da nossa “flora” e aumentar a propensão ao câncer de cólon

Há uma soma robusta de evidências mostrando que maneirar na cota de carne ajuda a prevenir doenças cardiovasculares, câncer e até demência

Por que você deve reduzir a carne vermelha se quiser ter mais saúde

publicado originalmente em Veja saúde

2 respostas para “Por que você deve reduzir a carne vermelha se quiser ter mais saúde”

✨🌻