Rainha Boadicea

Boadiceia (FO 1943: Boadicéia) (também BoudicaBoudiccaBoadiceaBuduica e Bonduca) foi uma rainha celta que liderou os icenos,[1] juntamente com outras tribos, como os trinovantes, em um levante contra as forças romanas que ocupavam a Grã-Bretanha em 60 ou 61[2] durante o reinado do imperador Nero. Estes eventos foram relatados por dois historiadoresTácito (em seus Anais e Agrícola) e Dião Cássio (em sua História romana).[3]

Boadiceia era casada com Prasutagos, o rei dos icenos,[4] que havia feito um trato com os romanos tornando-se aliado do Império Romano. Com a sua morte, Boadiceia assumiu a liderança de seu povo. Contudo, os romanos ignoraram o testamento e o procurador Cato Deciano apropriou-se de toda a herança do rei falecido. Quando os icenos protestaram contra tal abuso, na pessoa da sua rainha viúva Boadiceia, Cato Deciano ordenou às suas tropas sufocar o protesto, e estas ultrapassaram-se no emprego da força, açoitando a rainha e estuprando suas filhas.[5]

Ela ficou revoltada com o tratamento dado pelos romanos e começou uma revolta, unindo os povos próximos da sua cidade para lutar pela libertação do jugo romano. Eles chegaram a tomar e massacrar algumas cidades que estavam sob controle do Império Romano.[6]

Depois de algumas perdas, o exército romano se reorganizou e atraiu os rebeldes liderados por Boadiceia, em maior número, para um terreno adequado às táticas militares romanas, comandados pelo governador da BritâniaCaio Suetônio Paulino e conseguiu derrotá-los. Esta revolta foi uma das mais violentas contra o Império Romano.

De acordo com o historiador Tácito, após a derrota da rebelião, Boudica se matou ingerindo veneno. Contudo, segundo Dião Cássio, ela teria adoecido e morrido.[7]

Mais em:

https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Boadiceia

Acesse o link para a música Boadicea com Enya

✨🌻