Assista a “Enya – The Humming (Lyric Video)” no YouTube


✨✨✨O Sussurrar

E toda a luz será, será
E toda futura profecia
E todas as ondas do mar, o mar
E na estrada está você e eu

Mmmhmmm, mmmhmmm
Mmmhmmm, mmmhmmm

E todos os ventos são um como um beijo
E todos os anos são nêmesis
E todos os momentos caem na névoa
E tudo é poeira, lembre-se disto

Mmmhmmm, mmmhmmm
Mmmhmmm, mmmhmmm
Mmmhmmm, mmmhmmm
Mmmhmmm, mmmhmmm

E toda a luz será, será
E todas as ondas do mar
E todas as ondas do mar, o mar
E toda a luz será

E toda a poeira vai se desfazer
E todas as noites e todos os dias
E todos os céus seguem seu caminho
E só a mudança está aqui para ficar

Mmmhmmm, mmmhmmm
Mmmhmmm, mmmhmmm
Mmmhmmm, mmmhmmm
Mmmhmmm, mmmhmmm

E toda a luz será, será
E todas as ondas do mar
E todas as ondas do mar, o mar
E toda a luz será

E todas as estrelas sem um nome
E todos os céus que parecem os mesmos
E todas as nuvens que se desvanecem e então
Então tudo isso começa novamente

Mmmhmmm, mmmhmmm
Mmmhmmm, mmmmmmmmmmmm

✨✨✨
✨✨✨Composição: Enya / Roma Ryan

Assista a “Guilherme Arantes – Planeta água – HD” no YouTube

Planeta Água ✨✨

Água que nasce na fonte
Serena do mundo
E que abre um profundo grotão
Água que faz inocente
Riacho e desagua
Na corrente do Ribeirão

Águas escuras dos rios
Que levam a fertilidade ao sertão
Águas que banham aldeias
E matam a sede da população

Águas que caem das pedras
No véu das cascatas
Ronco de trovão
E depois dormem tranquilas
No leito dos lagos
No leito dos lagos

Água dos igarapés
Onde Iara mãe d’água
É misteriosa canção
Água que o sol evapora
Pro céu vai embora
Virar nuvens de algodão

Gotas de água da chuva
Alegre arco-iris
Sobre a plantação
Gotas de água da chuva
Tão triste são lágrimas
Na inundação

Águas que movem moinhos
São as mesmas águas
Que encharcam o chão
E sempre voltam humildes
Pro fundo da terra
Pro fundo da terraTerra!

Planeta água
Terra! Planeta água
Terra! Planeta água

Água que nasce na fonte
Serena do mundo
E que abre um profundo grotão
Água que faz inocente
Riacho e desagua
Na corrente do Ribeirão

Águas escuras dos rios
Que levam a fertilidade ao sertão
Águas que banham aldeias
E matam a sede da população

Águas que movem moinhos
São as mesmas águas
Que encharcam o chão
E sempre voltam humildes
Pro fundo da terra
Pro fundo da terraTerra!

Planeta água
Terra! Planeta água
Terra! Planeta águaTerra!

Planeta água
Terra! Planeta água
Terra! Planeta água

✨✨

Fonte: Musixmatch

Compositores: Guilherme Arantes

✨✨