Teste russo explode satélite – e coloca tripulação da Estação Espacial em risco

Na última segunda-feira (15), astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) tiveram que se proteger de uma grande nuvem de destroços. Eles foram instruídos a fechar escotilhas e se abrigar por duas horas nas duas cápsulas mais protegidas do complexo.

Os destroços surgiram de um teste de dispositivo anti-satélite realizado pela Rússia, que explodiu o Kosmos-1408, satélite russo lançado em 1982 e desativado há muitos anos. O satélite se partiu em milhares de pedaços de tamanhos variados: alguns de poucos metros de largura, e outros de centímetros – sem contar aqueles pequenos demais para serem rastreados.

Os testes com armas anti-satélite geraram detritos espaciais, e fizeram com que os astronautas se abrigassem em cápsulas de proteção

Teste russo explode satélite – e coloca tripulação da Estação Espacial em risco

publicado originalmente em superinteressante

Galáxia espiral mais antiga já detectada tem 12,4 bilhões de anos

O sistema se formou 1,4 bilhão de anos após o Big Bang. Seu estudo pode ajudar pesquisadores a compreenderem a evolução da Via Láctea e do próprio Sistema Solar.

O Big Bang, expansão cósmica que deu origem ao universo, ocorreu há 13,8 bilhões de anos. As galáxias, claro, foram se formando depois disso. Mas os cientistas não sabem dizer com precisão quando esses sistemas se formaram ou como isso ocorreu. Essas são duas questões clássicas da astronomia. 

Galáxia espiral mais antiga já detectada tem 12,4 bilhões de anos

publicado originalmente em superinteressante

%d blogueiros gostam disto: