Dedução…por William Shakespeare

“Choramos ao nascer porque chegamos a este imenso cenário de dementes.”

❣️William Shakespeare

imagens do Pinterest

Mais uma de amor do nosso Shakespeare…

ALMA SINCERA❤️

De almas sinceras a união sincera


Nada há que impeça: amor não é amor


Se quando encontra obstáculos se altera,


Ou se vacila ao mínimo temor.


Amor é um marco eterno, dominante,


Que encara a tempestade com bravura;


É astro que norteia a vela errante,


Cujo valor se ignora, lá na altura.


Amor não teme o tempo, muito embora


Seu alfange não poupe a mocidade;


Amor não se transforma de hora em hora,


Antes se afirma para a eternidade.


Se isso é falso, e que é falso alguém provou,


Eu não sou poeta, e ninguém nunca amou.

William Shakespeare

Um pouco do amor segundo Shakespeare

Soneto 18

Se te comparo a um dia de verão
És por certo mais belo e mais ameno
O vento espalha as folhas pelo chão
E o tempo do verão é bem pequeno.
Às vezes brilha o Sol em demasia
Outras vezes desmaia com frieza;
O que é belo declina num só dia,
Na eterna mutação da natureza.
Mas em ti o verão será eterno,
E a beleza que tens não perderás;
Nem chegarás da morte ao triste inverno:
Nestas linhas com o tempo crescerás.
E enquanto nesta terra houver um ser,
Meus versos vivos te farão viver.

William Shakespeare

Tavares RS