O genocídio colonial na Amazônia pode ser medido?

 Foto: Darrell Posey / Archive Suchanek

Quantas pessoas viviam nas Américas antes da chegada de Colombo? E quantos deles na Amazônia? E em que medida a colonização europeia levou ao genocídio, ou seja, ao despovoamento desta maior região de floresta tropical? Essas são duas questões na ciência histórica que foram altamente controversas por décadas. Dependendo da abordagem da pesquisa, as estimativas da população pré-colombiana da região amazônica variam de 500.000 a 20 milhões de pessoas. De acordo com um estudo publicado em 2019 (“Quaternary Science Reviews”, vol. 207, p. 13), a colonização da América do Norte e do Sul pelos europeus nos séculos 15 e 16 levou a um genocídio massivo com um declínio populacional estimado em 90 para 95%. 

[…]

O genocídio colonial na Amazônia pode ser medido?

publicado originalmente em blog do pedlowski

Decreto renova atuação das Forças Armadas na Amazônia — Ecoamazônia

Militares voltarão a atuar na repressão de delitos ambientais O presidente Jair Bolsonaro editou nesta segunda-feira (28) o decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) que autoriza novamente o emprego das Forças Armadas na repressão a delitos ambientais na Amazônia. 24 more words Decreto renova atuação das Forças Armadas na Amazônia — Ecoamazônia

Decreto renova atuação das Forças Armadas na Amazônia — Ecoamazônia

publicado originalmente em Bárbara Crane Navarro

« O Valor do Ouro que eles tanto ambicionam – Nossos bens reais são as coisas da floresta: suas águas, seus peixes, sua caça, suas árvores e seus frutos. Sem mercadoria! »

Publicado originalmente em Barbara Crane Navarro: Criança Yanomami brincando na água do rio, Alto Orinoco, Amazonas, Venezuela – foto: Barbara Crane Navarro

« Quando um ser humano morre, seu fantasma não carrega nenhum de seus bens nas costas do céu, mesmo que ele fosse muito ganancioso. As coisas que ele fez ou adquiriu são deixadas…

« O Valor do Ouro que eles tanto ambicionam – Nossos bens reais são as coisas da floresta: suas águas, seus peixes, sua caça, suas árvores e seus frutos. Sem mercadoria! »

publicado originalmente em Bárbara Crane Navarro

Brasileiros não confiam no governo federal para proteger a Amazônia — Ecoamazônia

A maioria dos brasileiros acha que as ações de combate às queimadas na Amazônia devem partir do governo federal e são essenciais para evitar novos recordes este ano. Ao mesmo tempo, o nível de confiança no mesmo governo para tomar as medidas necessárias está em baixa. É o que indica pesquisa realizada pela Ipec (Inteligência… Brasileiros […]

Brasileiros não confiam no governo federal para proteger a Amazônia — Ecoamazônia

publicado originalmente em Bárbara Crane Navarro

« A Fumaça de OURO das Epidemias – Os garimpeiros tornaram-se muitos na nossa floresta, destruindo as cabeceiras do rio e matando-nos com as suas doenças »

foto: « Yanomami: transformação xamânica » – Barbara Crane Navarro « Os garimpeiros se tornaram muito numerosos em nossas terras altas da floresta, destruindo as nascentes do rio e matando seus habitantes com suas doenças. Os mineiros de ouro são comedores de terra, seres malignos! Sua mente está vazia e eles estão cheios de fumaça epidêmica! Devemos evitar […]

« A Fumaça de OURO das Epidemias – Os garimpeiros tornaram-se muitos na nossa floresta, destruindo as cabeceiras do rio e matando-nos com as suas doenças »

publicado originalmente em Bárbara Crane Navarro

Justiça ordena retorno de forças federais a região onde indígenas Munduruku estão sob ataque de garimpeiros — Ecoamazônia

Decisão deu prazo de 24h para que seja garantida a segurança pública na área. A Justiça Federal deu prazo de 24 horas para que o governo federal promova o retorno das forças federais para o município de Jacareacanga, no sudoeste do Pará, mantendo efetivo de segurança pública na área. Justiça ordena retorno de […]

Justiça ordena retorno de forças federais a região onde indígenas Munduruku estão sob ataque de garimpeiros — Ecoamazônia

publicado originalmente em Bárbara Crane Navarro

Os limites do desmatamento da Amazônia e das florestas tropicais

A Netflix acaba de lançar o documentário Rompendo Barreiras: Nosso Planeta (Breaking Boundaries) , de Johan Rockström e David Attenborough, sobre como a humanidade levou a Terra para além dos limites que a mantiveram estável por 10 mil anos, desde o início da civilização. O documentário mostra quão perto estamos de alguns pontos de ruptura (tipping points). […]

Os limites do desmatamento da Amazônia e das florestas tropicais

publicado originalmente em blog do pedlowski