Assista a “Clara Nunes – “Peixe com côco” (1981)” no YouTube

Peixe com côco 🥥🐟

Terezinha mandou convidar
No Domingo vai dar um jantar
Terezinha mandou convidar
No Domingo vai dar um jantar

É um peixe com coco, eu vou lá
É um peixe com coco, eu vou lá
É um peixe com coco, eu vou lá
É um peixe com coco, eu vou lá

A pinga vem do alambique
Valdomiro foi buscar
Terezinha na cozinha
Um peixe com coco tem bom paladar

Antes do peixe tem tira-gosto
Tem sardinha, tem ostra e atum
Tem manjuba, mexilhão, marisco
Tem agulha frita, siri, guaiamum

Terezinha mandou convidar
No Domingo vai dar um jantar
Terezinha mandou convidar
No Domingo vai dar um jantar

No tempero tem salsa e tem cheiro
Cebolinha, tomate e limão
E tem alho, pimenta-do-reino
Tem coco, dendê, suco de camarão

No final já de barriga cheia
O partido vai continuar
Todo mundo afrouxando a correia
Cantando e sambando até o Sol raiar

Terezinha mandou convidar
No Domingo vai dar um jantar
Terezinha mandou convidar
No Domingo vai dar um jantar

🐟🥥Fonte: Musixmatch

Compositores: Medeiros Josias De / Silva Alberto Lonato Da / Silva Jose Francelino

imagens do Pinterest

Assista a “Renato Russo – La Solitudine” no YouTube

🌹La Solitudine

Marco se n’è andato e non ritorna più
Il treno delle sette e trenta senza lui
È un cuore di metallo senza l’anima
Nel freddo del mattino grigio di città

A scuola il banco è vuoto, Marco è dentro me
È dolce il suo respiro fra i pensieri miei
Distanze enormi sembrano dividerci
Ma il cuore batte forte dentro me

Chissà se tu mi penserai
Se con i tuoi non parli mai
Se ti nascondi come me
Sfuggi gli sguardi e te ne stai

Rinchiuso in camera e non vuoi mangiare
Stringi forte al te il cuscino e
Piangi e non lo sai
Quanto altro male ti farà la solitudine…

Marco nel mio diario ho una fotografia
Hai gli occhi di bambino un poco timido
La stringo forte al cuore e sento che ci sei
Fra i compiti d’inglese e matematica

Tuo padre e i suoi consigli che monotonia
Lui con il suo lavoro ti ha portato via
Di certo il tuo parere non l’ha chiesto mai
Ha detto: “un giorno tu mi capirai…”

Chissà se tu mi penserai
Se con gli amici parlerai
Per non soffrire più per me
Ma non è facile lo sai

A scuola non ne posso più
E i pomeriggi senza te
Studiare è inutile tutte le idee
Si affollano su te

Non è possibile dividere
La vita di noi due
Ti prego aspettami amore mio
Ma illuderti non so

La solitudine fra noi
Questo silenzio dentro me
È l’inquietudine di vivere
La vita senza te

Ti prego aspettami perché
Non posso stare senza te
Non è possibile dividere
La storia di noi due

La solitudine fra noi
Questo silenzio dentro me
È l’inquietudine di vivere
La vita senza te

Ti prego aspettami perché
Non posso stare senza te
Non è possibile dividere
La storia di noi due
La solitudine…

🌹Fonte: Musixmatch

Compositores: Federico Cavalli / Pietro Cremonesi / Arcangelo Valsiglo

Letra de La Solitudine © Cappuccino Ed. Musicali S.n.c., Universal Music Italia Srl., Fonit Cetra Music Publishing Srl, Blue Team Music Ed. Musicali Srl.

imagens do WordPress

Assista a “Cazuza – Burguesia (Clipe Oficial)” no YouTube

Burguesia 🤢

A burguesia fede
A burguesia quer ficar rica
Enquanto houver burguesia
Não vai haver poesia

A burguesia não tem charme nem é discreta
Com suas perucas de cabelo de boneca
A burguesia quer ser sócia do Country
Quer ir a Nova York fazer compras, yeah

Pobre de mim que vim do seio da burguesia
Sou rico mas não sou mesquinho
Eu também cheiro mal
Eu também cheiro mal

A burguesia tá acabando com a Barra
Afundam barcos cheios de crianças
E dormem tranquilos
E dormem tranquilos

Os guardanapos estão sempre limpos
As empregadas, uniformizadas
São caboclos querendo ser ingleses
São caboclos querendo ser ingleses

A burguesia fede, yeah
A burguesia quer ficar rica
Enquanto houver burguesia
Não vai haver poesia

A burguesia não repara na dor
Da vendedora de chicletes
A burguesia só olha pra si
A burguesia só olha pra si
A burguesia é a direita, é a guerra

A burguesia fede
A burguesia quer ficar rica
Enquanto houver burguesia
Não vai haver poesia

As pessoas vão ver que estão sendo roubadas
Vai haver uma revolução
Ao contrário da de 64
O Brasil é medroso
Vamos pegar o dinheiro roubado da burguesia

Vamos pra rua
Vamos pra rua
Vamos pra rua
Vamos pra rua
Pra rua
Pra rua

Vamos acabar com a burguesia
Vamos dinamitar a burguesia
Vamos pôr a burguesia na cadeia
Numa fazenda de trabalhos forçados
Eu sou burguês, mas eu sou artista
Estou do lado do povo, do povo

A burguesia fede, fede, fede, fede
A burguesia quer ficar rica
Enquanto houver burguesia
Não vai haver poesia

Porcos num chiqueiro
São mais dignos que um burguês
Mas também existe o bom burguês
Que vive do seu trabalho honestamente
Mas este quer construir um país
E não abandoná-lo com uma pasta de dólares

O bom burguês é como o operário
É o médico que cobra menos pra quem não tem
E se interessa por seu povo
Em seres humanos vivendo como bichos
Tentando te enforcar na janela do carro
No sinal, no sinal
No sinal, no sinal, no sinal

A burguesia fede
A burguesia quer ficar rica
Enquanto houver burguesia
Não vai haver poesia

A burguesia fede
A burguesia quer ficar rica
Enquanto houver burguesia
Não vai haver poesia

A burguesia fede
A burguesia quer ficar rica
Enquanto houver burguesia
Não vai haver poesia

Fonte: Musixmatch

Compositores: Jose Neves / George Alberto Heilborn Israel / Cazuza .

Letra de Burguesia © Warner/chappell Edicoes Musicais Ltda, Cazuza, Universal Music Publishing Ltda.

imagens do Pinterest

Assista a “Ney Matogrosso – Eu Quero É Botar Meu Bloco na Rua (DVD Bloco na Rua) [Vídeo Oficial]” no YouTube

🌹Eu quero é botar meu bloco na rua…

Há quem diga que eu dormi de touca
Que eu perdi a boca, que eu fugi da briga
Que eu caí do galho e que não vi saída
Que eu morri de medo quando o pau quebrou

Há quem diga que eu não sei de nada
Que eu não sou de nada e não peço desculpas
Que eu não tenho culpa, mas que eu dei bobeira
E que Durango Kid quase me pegou

Eu quero é botar meu bloco na rua
Brincar, botar pra gemer
Eu quero é botar meu bloco na rua
Gingar, pra dar e vender

Eu, por mim, queria isso e aquilo
Um quilo mais daquilo, um grilo menos disso
É disso que eu preciso ou não é nada disso
Eu quero é todo mundo nesse carnaval

Eu quero é botar meu bloco na rua
Brincar, botar pra gemer
Eu quero é botar meu bloco na rua
Gingar, pra dar e vender

🌹Fonte: LyricFind

Compositores: Sérgio Sampaio

Letra de Eu Quero é Botar Meu Bloco na Rua © Warner Chappell Music, Inc

imagens do Pinterest

Assista a “Cidadão, por Zé Geraldo – Sr. Brasil – 25/08/2013” no YouTube

Cidadão 🌻

“Tá vendo aquele edifício, moço?
Ajudei a levantar
Foi um tempo de aflição
Era quatro condução
Duas pra ir, duas pra voltar

Hoje depois dele pronto
Olho pra cima e fico tonto
Mas me vem um cidadão
E me diz, desconfiado
Tu ‘tá aí admirado
Ou ‘tá querendo roubar?

Meu domingo ‘tá perdido
Vou pra casa entristecido
Dá vontade de beber
E pra aumentar o meu tédio
Eu nem posso olhar pro prédio
Que eu ajudei a fazer

‘Tá vendo aquele colégio, moço?
Eu também trabalhei lá
Lá eu quase me arrebento
Fiz a massa, pus cimento
Ajudei a rebocar

Minha filha inocente
Vem pra mim toda contente
Pai, vou me matricular
Mas me diz um cidadão
Criança de pé no chão
Aqui não pode estudar

Essa dor doeu mais forte
Por que é que eu deixei o norte?
Eu me pus a me dizer
Lá a seca castigava
Mas o pouco que eu plantava
Tinha direito a comer

‘Tá vendo aquela igreja, moço?
Onde o padre diz amém
Pus o sino e o badalo
Enchi minha mão de calo
Lá eu trabalhei também

Lá foi que valeu a pena
Tem quermesse, tem novena
E o padre me deixa entrar
Foi lá que Cristo me disse

Rapaz deixe de tolice
Não se deixe amedrontar
Fui eu quem criou a terra
Enchi o rio, fiz a serra
Não deixei nada faltar

Hoje o homem criou asa
E na maioria das casas
Eu também não posso entrar

Fui eu quem criou a terra
Enchi o rio, fiz a serra
Não deixei nada faltar
Hoje o homem criou asas
E na maioria das casas
Eu também não posso entrar

🌻Fonte: LyricFind

Compositores: Lucio Barbosa Dos Santos

Letra de Cidadão © Sony/ATV Music Publishing LLC

imagens da internet

Assista a “Frejat – Carpinteiro do Universo (Voz e Violão)” no YouTube

Carpinteiro do Universo ✨✨

Carpinteiro do universo inteiro eu sou
Carpinteiro do universo inteiro eu sou

Não sei por que nasci
Pra querer ajudar a querer consertar
O que não pode ser

Não sei pois nasci para isso, e aquilo
E o inguiço de tanto querer

Carpinteiro do universo inteiro eu sou
Carpinteiro do universo inteiro eu sou

Estou sempre
Pensando em aparar o cabelo de alguém
E sempre tentando mudar a direção do trem

À noite a luz do meu quarto eu não quero apagar
Pra que você não tropece na escada, quando chegar

Carpinteiro do universo inteiro eu sou
Carpinteiro do universo inteiro eu sou
Carpinteiro do universo inteiro eu sou
Carpinteiro do universo inteiro eu sou

O meu egoismo, é tão egoísta
Que o auge do meu egoismo é querer ajudar

Mas não sei por que nasci
Pra querer ajudar a querer consertar
O que não pode ser

Não sei pois nasci para isso, e aquilo
E o inguiço de tanto querer

Carpinteiro do universo inteiro eu sou
Carpinteiro do universo inteiro eu sou

Carpinteiro do universo inteiro eu sou (Ah eu sou assim!)
No final,
Carpinteiro de mim!

✨✨Fonte: LyricFind

Compositores: Marcelo Nova / Raul Seixas

Letra de Carpinteiro do universo © Warner Chappell Music, Inc

imagens do Pinterest

Assista a “Engenheiros do Hawaii – Outras frequencias (Acustico MTV)” no YouTube

✨✨Outras frequências

Seria mais fácil fazer como todo mundo faz

O caminho mais curto, produto que rende mais

Seria mais fácil fazer como todo mundo faz

Um tiro certeiro, modelo que vende mais

Mas nós dançamos no silêncio

Choramos no carnaval

Não vemos graça nas gracinhas da TV

Morremos de rir no horário eleitoral

Seria mais fácil fazer como todo mundo faz

Sem sair do sofá, deixar a Ferrari pra trás

Seria mais fácil, como todo mundo faz

O milésimo gol sentado na mesa de um bar

Mas nós vibramos em outra frequência

Sabemos que não é bem assim

Se fosse fácil achar o caminho das pedras

Tantas pedras no caminho não seria ruim

Mas nós vibramos em outra frequência

Sabemos que não é bem assim

Se fosse fácil achar o caminho das pedras

Tantas pedras no caminho não seria ruim

✨✨Fonte: Musixmatch

Compositores: Gessinger Humberto

Letra de Outras frequências © Universal Music Publishing Ltda.

imagens do Pinterest

Assista a “Gal Costa – Wave” no YouTube

🌊 Wave…

Vou te contar,
Os olhos já não podem ver
Coisas que só o coração pode entender.
Fundamental é mesmo o amor,
É impossível ser feliz sozinho.

O resto é mar,
É tudo que eu não sei contar.
São coisas lindas
Que eu tenho pra te dar.
Vem de mansinho a brisa e me diz:
É impossível ser feliz sozinho.

Da primeira vez era a cidade,
Da segunda, o cais e a eternidade.

Agora eu já sei
Da onda que se ergueu no mar,
E das estrelas que esquecemos de contar.
O amor se deixa surpreender,
Enquanto a noite vem nos envolver.

Vou te contar,
Os olhos já não podem ver
Coisas que só o coração pode entender.
Fundamental é mesmo o amor,
É impossível ser feliz sozinho.

O resto é mar,
É tudo que eu não sei contar.
São coisas lindas
Que eu tenho pra te dar.
Vem de mansinho a brisa e me diz:
É impossível ser feliz sozinho.

Da primeira vez era a cidade.
Da segunda, o cais e a eternidade.

Agora eu já sei
Da onda que se ergueu no mar,
E das estrelas que esquecemos de contar.
O amor se deixa surpreender,
Enquanto a noite vem nos envolver.

Vou te contar…

imagens do Pinterest