Razões…por Mágica Mistura

“Mesmo quando parece improvável e impossível, a verdade está lá, latente e incondicional. Sabe porque? Porque tudo está certo, tudo está caminhando dentro do princípio universal de ação e reação, e mais cedo ou mais tarde, perceberemos os reais motivos de tudo que acontece , seja bom ou aparentemente ruim. Gratidão !”

Mágica Mistura

imagens do WordPress

Assista a “4 Non Blondes – What’s Up (Official Music Video)” no YouTube

🍀 What’s up

Twenty-five years
And my life is still
I’m trying to get up
That great big hill of hope
For a destination

I realized quickly
When I knew I should
That the world was made up
For this brotherhood of man
For whatever that means

And so I cry sometimes
When I’m lying in bed
Just to get it all out
What’s in my head
And I, I am feeling
A little peculiar

And so I wake in the morning
And I step outside
And I take deep breath
And I get real high
And I scream from the top of my lungs
What’s going on?

And I say, hey, yeah, yeah-eah
Hey, yeah, yeah
I said, hey! What’s goin’ on?

And I sing, hey, yeah, yeah-eah
Hey, yeah, yeah
I said, hey! What’s going on?

And I try, oh, my God, do I try
I try all the time
In this institution

And I pray, oh, my God, do I pray
I pray every single day
For a revolution

And so I cry sometimes
When I’m lying in bed
Just to get it all out
What’s in my head
And I, I am feeling
A little peculiar

And so I wake in the morning
And I step outside
And I take deep breath
And I get real high
And I scream from the top of my lungs
What’s going on?

And I say, hey, yeah, yeah-eah
Hey, yeah, yeah
I said, hey! What’s goin’ on?

And I sing, hey, yeah, yeah-eah
Hey, yeah, yeah
I said, hey! What’s going on?

And I say, hey, yeah, yeah-eah
Hey, yeah, yeah
I said, hey! What’s goin’ on?

And I sing, hey, yeah, yeah-eah
Hey, yeah, yeah, yeah, yeah
I said, hey! What’s going on?

Twenty-five years
And my life is still
I’m trying to get up
That great big hill of hope
For a destination

🍀 Composição: Linda Perry

imagens do WordPress

Pela primeira vez, cães são clonados a partir de células editadas

Dois cães beagle nasceram na Coreia do Sul a partir de células da pele clonadas e alteradas pela técnica de edição genética chamada CRISPR. É a primeira vez que cientistas fazem isso, e os resultados do experimento foram publicados na revista BMC Biotechnology.

Quem está à frente do feito é a empresa de biotecnologia ToolGen. Muitos cães de raça pura têm mutações genéticas causadoras de doenças – como os pugs e bulldogs franceses, que apresentam achatamento do crânio. A ideia é que a edição genética possa eliminar esse tipo de condição, que afeta a saúde canina.

A pesquisadora Okjae Koo, da ToolGen, e seus colegas começaram o experimento editando células da pele, reprimindo a expressão de um gene chamado DJ-1. Mutações nesse gene estão associadas com doenças como o Parkinson, então estudar cachorros que sofreram essa edição genética pode ajudar a desenvolver tratamentos, segundo os pesquisadores.

Saudáveis, eles têm uma característica inédita: brilham na luz ultravioleta. A ideia é que a edição possa eliminar doenças causadas por mutações dos genes.

Pela primeira vez, cães são clonados a partir de células editadas

publicado em superinteressante

Por que pica-paus não sofrem concussões? Estudo sugere uma hipótese

Os animais que chamamos popularmente de pica-paus são membros da família Picidae, que contém cerca de 240 espécies. Eles se alimentam principalmente de larvas encontradas dentro de troncos de árvores e, para chegar ao seu alimento, precisam perfurar a madeira. Depois de bicar muito e abrir um buraco, ele usa sua fina língua para pegar a recompensa.

O bico faz parte do crânio dessas aves. Depois de aplicar tanta força para bicar, como eles não desenvolvem danos cerebrais?

Um estudo sobre a biomecânica dos pica-paus apresentou uma hipótese interessante: talvez seus cérebros podem ser pequenos demais para sofrerem danos.

Só de ouvir o som característico do trabalho de um pica-pau é possível imaginar a força do impacto. Eles podem bater seus bicos 20 vezes por segundos, e chegar a 12 mil bicadas por dia. Algumas espécies experimentam forças de até 1400 G – para ter uma ideia, um impacto de 90 a 100 G já é suficiente para causar uma concussão em um humano.

Pesquisadores analisaram a biomecânica desses animais – e propõem que talvez o cérebro deles seja pequeno demais para sofrer danos

Por que pica-paus não sofrem concussões? Estudo sugere uma hipótese

publicado em superinteressante

Em caravana, mulheres Indígenas vão percorrer os seis biomas brasileiros! — Existe Guarani em São Paulo — Barbara Crane Navarro

A rede ANMIGA (Articulação Nacional das Mulheres Indígenas Guerreiras da Ancestralidade) lança oficialmente a “Caravana das Originárias da Terra 2022“, uma excursão que visa o protagonismo feminino e coletivo passando por todos os biomas do território nacional. A primeira excursão convida as Comunidades Indígenas do Estado de Roraima a se reunirem para debater ações que […] […] […]

Em caravana, mulheres Indígenas vão percorrer os seis biomas brasileiros! — Existe Guarani em São Paulo — Barbara Crane Navarro

publicado em Tinylife

Confiança…por Mágica Mistura

“Haviam lhe falado que a vida era difícil e a felicidade inalcançável. Ele porém, cada vez que via florescer uma bromélia ou voar um dente- de- leão, cair a chuva na lagoa ou o milagre da vida nos campos ressecados, sentia renascer no peito e na alma a tranquila certeza. E confiava…”

Mágica Mistura

imagens do WordPress

%d blogueiros gostam disto: