Receita de brownie tradicional deliciosa

Muita gente tem dificuldade de preparar certos tipos de receitas e por isso vamos te ensinar como fazer uma deliciosa receita de brownie tradicional de uma forma bem simples e fácil, para toda vez que você tentar inovar na cozinha! Essa receita não tem nenhuma dificuldade e quando você aprende como fazer a receita de…

Receita de brownie tradicional deliciosa

publicado em cenário MT

Sonhadora…por Mágica Mistura

Quero um respiro

Dou um longo suspiro

Oceano de preguiça,da boa

Nada prá fazer?!

Vou é sonhar…

Com vindouros dias,

Mais felizes,mais tranquilos

Com todos esperançosos,

Com brilho no olhar

Mansidão na alma…

Dias de luz e cor

De abundantes sorrisos

Raras dúvidas,poucas sombras

Onde o presente é precioso

E o futuro…ah,o futuro

Garantido está…

Não custa nada sonhar

É deles que fazemos a realidade

Mãos à obra, então

Vou atrás de uma rede…

Encostar a cabeça e dar asas

Impulso,e chance

À minha fértil imaginação…

imagens do WordPress

Texto chinês do século 10 a.C. pode ser o primeiro registro de uma aurora

Por Rafael Battaglia

Uma pesquisa publicada na revista Advances in Space Research revelou um candidato a registro mais antigo de uma aurora: uma descrição de uma “luz de cinco cores” em um manuscrito chinês do século 10 a.C..

O manuscrito em questão chama-se Anais do Bambu, um conjunto de registros judiciais chineses escritos em tiras de bambu – e um dos poucos registros do período mais antigo da história chinesa. Estima-se que a possível aurora tenha acontecido entre 977 a.C. e 957 a.C., mas a data exata é incerta.

Os Anais foram encontrados em 279 d.C., escondidos em uma tumba próxima à cidade de Weihui, nordeste da China. A identificação de uma aurora nos textos originais demorou porque uma tradução do século 16 usou a palavra “cometa” para retratar o fenômeno da luz de cinco cores.

Se os cientistas confirmarem que essa observação foi mesmo de uma aurora, será um registro 300 anos mais antigo do que o que se sabia até então: entre 679 a.C. e 655 a.C., astrônomos assírios inscreveram, em pequenas tábuas, registros de possíveis auroras. Em 567 a.C., outra menção a uma aurora foi encontrada no diário do rei babilônico Nabucodonosor II.

“Luz de cinco cores”. É assim que o fenômeno foi descrito. Até então, menção mais antiga de uma aurora era do século 7 a.C., feita por astrônomos assírios.

Texto chinês do século 10 a.C. pode ser o primeiro registro de uma aurora

publicado em superinteressante

Como Charlie Chaplin mudou as leis de paternidade nos EUA

No início da década de 1940, Charlie Chaplin se envolveu em uma bela confusão. O ator e cineasta inglês foi parar nos tribunais da Califórnia (e nas páginas dos jornais) quando não quis assumir que era pai de uma criança – caso que mudaria as leis referentes à paternidade nos Estados Unidos.

A mãe da menina se chamava Joan Barry. Ela era uma jovem e promissora atriz em 1941, quando conheceu Chaplin. O artista chegou a convidá-la para participar de um filme, e logo os dois se tornaram amantes. Era uma relação problemática, que atingiria seu clímax em 1943 com a gravidez de Joan.

A criança, Carol Ann, nasceu em outubro do mesmo ano. E, contrário às declarações de Joan, Chaplin negava a paternidade. Na época, o intérprete de Carlitos já estava casado com Oona O’Neill, sua quarta e última esposa, e o caso envolvendo a celebridade se tornou um escândalo.

O ator foi parar no tribunal quando se negou a assumir que era pai de uma criança. A ciência concordou com ele, mas a Justiça não. Entenda o caso.

Como Charlie Chaplin mudou as leis de paternidade nos EUA

publicado em superinteressante

Mananciais…por Mágica Mistura

“Pense em algo sublime. Imagine muita luz, sabedoria e profundidade alojadas em um lugar único e de indescritível beleza. Busque em sua mente o que de mais precioso e mágico você puder alcançar… Isto é apenas uma minúscula amostra de tudo que somos em nossa primordial essência. Alegre-se! Todos somos mananciais de energia Suprema e inextinguivel.”

Mágica Mistura

imagens do WordPress

%d blogueiros gostam disto: