Tratamento…por Mágica Mistura

“⁠Tratar ao outro como gostamos de ser tratados… tão óbvio, mas parece que está se tornando tão difícil. Desafio diário de quem busca se conhecer e trilhar o caminho da sabedoria.”

Mágica Mistura

imagens do WordPress

Não estrague o seu dia / Do not ruin your day

Não estrague o seu dia.A sua irritação não solucionará problema algum.As suas contrariedades não alteram a natureza das coisas.Os seus desapontamentos não fazem o trabalho que só o tempo conseguirá realizar.O seu mau humor não modifica a vida.A sua dor não impedirá que o sol brilhe amanhã sobre os bons e os maus.A sua tristeza […]

Não estrague o seu dia / Do not ruin your day

publicado em site espírita

Mar e ondas…por Mágica Mistura

O mar e seus encantos…

Inspirador ao extremo

Belo a mais não poder

Fico imaginando a emoção

De quem pela primeira vez o vê

Sem palavras… provando a água…

Sentindo o sal…a maresia

Vendo aquele mundo d’água

Água que não acaba mais…

As ondas, então?!

Que delícia,ver, sentir,viver

Cada novo dia pode…

…deve ser,como ver o mar

Descobrindo ou redescobrindo

Sentindo a vibração

Vivendo o presente

Olhando, tranquilos

Mirando o horizonte

Seguindo…✨✨

imagens do WordPress

Hamburger Connection: Big Mac é servido com molho de desmatamento e trabalho escravo, mostra reportagem exclusiva da Repórter Brasil

McDonald’s tem fornecedores ligados a desmatamento ilegal e trabalho escravo. Investigação mostra que não só o hambúrguer da rede de fast food está exposto a crimes ambientais e trabalhistas, mas também o suco de laranja, o café certificado e até mesmo a soja que alimenta os frangos da empresa na Europa Por André Campos, Poliana […]

Hamburger Connection: Big Mac é servido com molho de desmatamento e trabalho escravo, mostra reportagem exclusiva da Repórter Brasil

publicado em blog do pedlowski

Medicamento para artrite poderá ser usado no tratamento de alopecia

Por Maria Clara Rossini

Poucas pessoas lembram quem ganhou o Oscar de Melhor Filme em 2022. Mas ninguém vai esquecer a grande treta da noite de cerimônia: Will Smith foi até o palco e deu um tapa em Chris Rock após o apresentador fazer uma piada com sua esposa, Jada Pinkett Smith. A brincadeira era sobre a perda de cabelo da atriz, consequência de uma doença chamada alopecia.

A alopecia areata, um dos tipos da doença, ocorre quando o sistema imune começa a atacar os folículos capilares, causando uma queda excessiva de pelos. A doença pode afetar qualquer região do corpo, mas é mais comum que ocorra no couro cabeludo. A alopecia pode ter origem genética ou ser causada por problemas na tireoide, estresse, traumas na região, infecções, entre outras razões.

O mecanismo da alopecia areata não é tão diferente da artrite. Nesse último caso, o sistema imune ataca, erroneamente, os tecidos das articulações. Uma nova pesquisa conduzida pela Universidade de Yale mostra que o tratamento dessas doenças também pode ser semelhante. Em um estudo clínico de fase três, a droga baricitinib (comumente usada no tratamento de artrite) mostrou bons resultados em um terço dos pacientes com alopecia areata.

O estudo analisou 1.200 pacientes que sofrem desse tipo da doença. Eles foram divididos em três grupos: um recebeu 2 miligramas de baricitinib, outro recebeu uma dose de 4 miligramas, e o último grupo recebeu um placebo. O tratamento foi feito ao longo de 36 semanas. A dose de 4 miligramas foi a que mostrou os melhores resultados.

Veja algumas fotos de antes e depois do tratamento.

Os pesquisadores analisaram a eficácia usando uma escala que vai de 0 (sem queda de cabelo) a 100 (perda de cabelo completa). No início do estudo, todos os participantes tinham uma nota de no mínimo 50. Ao final do tratamento, 35% dos pacientes que tomaram 4 miligramas apresentaram uma nota de 20 ou menos.

No grupo que tomou 2 miligramas, 20% dos participantes terminaram o período de teste com uma nota de 20 ou menos. No estudo, a equipe escreve que uma nota abaixo de 20 é considerada um resultado de tratamento significativo para pacientes com alopecia areata severa.

Alguns pacientes também reportaram efeitos colaterais, como acne, infecção no trato respiratório, dor de cabeça e níveis de colesterol elevados. Além disso, o mecanismo de ação da droga envolve “atrapalhar” o sistema imune, o que pode prejudicar o combate a outras ameaças. Pacientes com artrite que já fazem uso do medicamento podem estar mais vulneráveis a infecções.

O que o baricitinib faz é inibir uma proteína chamada Janus kinase, ou JAKs. Essas enzimas estão envolvidas em diversas áreas, inclusive o sistema imune. Os medicamentos inibidores, como o baricitinib, conseguem diminuir a resposta imunológica em alguns pacientes, permitindo que os folículos capilares voltem a crescer.

O possível novo tratamento não é uma bala de prata, mas mostrou resultados animadores em parte dos pacientes. Mais pesquisas são necessárias para avaliar a segurança e eficácia a longo prazo.

A droga baricitinib reduziu a queda de cabelo em um terço dos pacientes em estudo clínico. Entenda a doença que afeta a atriz Jada Smith.

Medicamento para artrite poderá ser usado no tratamento de alopecia

publicado em superinteressante

%d blogueiros gostam disto: