Dentes do bebê revelam sofrimento da mãe

Por Bruno Garattoni

Quando a gestante tem depressão ou ansiedade, isso deixa marcas físicas nos dentes do bebê, cujo esmalte apresenta linhas mais espessas. Se a mãe não tiver esses problemas, e sua gravidez for tranquila, essas marcações surgem mais finas.

Foi o que concluíram cientistas da Universidade Harvard (1), que analisaram dentes caninos de leite coletados de 70 crianças entre 5 e 7 anos de idade. As marcas nos dentes, que se chamam “linhas neonatais”, já haviam sido associadas a partos tumultuados ou prematuros, que são altamente estressantes para o bebê – mas é a primeira vez que um estudo relaciona o fenômeno a sintomas psicológicos da mãe.

Fonte 1. Association of Maternal Stress and Social Support During Pregnancy With Growth Marks in Children’s Primary Tooth Enamel. RV Mountain e outros, 2021.

Os dentes possuem marcas chamadas “linhas neonatais” – que mudam de espessura se a gestante tiver depressão ou ansiedade

Dentes do bebê revelam sofrimento da mãe

publicado originalmente em superinteressante

Ômega-3 ameniza a inflamação da Covid-19?

Por Thais Manarini

Quando a pandemia do coronavírus estourou, cientistas do Centro de Pesquisa de Alimentos da Universidade de São Paulo (FoRC-USP) checaram estudos e constataram que pacientes que evoluíam para quadros graves ou morriam de Covid-19 manifestavam uma inflamação acentuada no organismo.

Por outro lado, ter ômega-3 nas células aliviava o processo inflamatório. “Decidimos verificar, então, se a presença do nutriente contribui para a recuperação dos infectados”, conta a engenheira-agrônoma Inar Castro, coordenadora do projeto.

Assim, seu time coletou amostras sanguíneas de 180 pessoas na hora da internação para avaliar o status de ômega-3 e o desenrolar da doença. Os resultados estão em análise e, embora as expectativas sejam boas, Inar pondera: é cedo para sair comprando cápsulas.

+ Leia também: Quando fazer o teste para sair do isolamento por Covid-19?

Suplemento versus alimentação

O estudo do FoRC-USP leva em conta o nível de ômega-3 já presente no organismo. Então, é provável que esse índice dê pistas sobre a dieta das pessoas no momento da infecção — o nutriente está basicamente em peixes como sardinha, atum e salmão e algumas sementes.

Outros trabalhos devem determinar o impacto das cápsulas e qual seria a hora de tomá-las: antes ou depois da infecção. “Até porque a gente precisa da inflamação inicial para ativar o sistema imune”, explica Inar. Por ora, é prematuro incentivar a suplementação nesses casos.

Pesquisadores brasileiros buscam respostas. Até lá, pedem cautela

Ômega-3 ameniza a inflamação da Covid-19?

imagens do WordPress

Assista a “Enya – It’s In The Rain (Video)” no YouTube

🌧️It’s in the rain

Cada vez que a chuva cai
Every time the rain comes down

Eu fecho meus olhos e escuto
I close my eyes and listen

Eu posso ouvir o som solitário
I can hear the lonesome sound

Do céu enquanto chora
Of the sky as it cries

Escute a chuva
Listen to the rain

Lá vem de novo
Here it comes again

Ouça na chuva
Hear it in the rain

Sinta o toque das lágrimas que caem
Feel the touch of tears that fall

Eles não vão cair para sempre
They won’t fall forever

No caminho o dia vai fluir
In the way the day will flow

Todas as coisas vêm, todas as coisas vão
All things come, all things go

Ouça a chuva, a chuva
Listen to the rain, the rain

Lá vem ele de novo, de novo
Here it comes again, again

Ouça na chuva, a chuva
Hear it in the rain, the rain

Tarde da noite eu me afasto
Late at night I drift away

Eu posso ouvir você chamando
I can hear you calling

E meu nome esta na chuva
And my name is in the rain

Folhas nas árvores sussurrando
Leaves on trees whispering

Mares azuis profundos, mistérios
Deep blue seas, mysteries

Mesmo quando este momento acabar
Even when this moment ends

Não posso deixar esse sentimento ir embora
Can’t let go this feeling

Tudo virá de novo
Everything will come again

No som caindo
In the sound falling down

Do céu enquanto chora
Of the sky as it cries

Ouça meu nome na chuva
Hear my name in the rain

🌧️Fonte: LyricFind

Compositores: Eithne Ni Bhraonain / Nicky Ryan / Roma Ryan

Letra de It’s in the Rain © Sony/ATV Music Publishing LLC

imagens do WordPress

Variáveis…por Mágica Mistura

“Horizontes são variáveis…depende muito da perspectiva. Nuvens escuras são prenúncio de tempestade…uma benção para lugares onde a seca devora, ou preocupação dobrada para quem sofreu com a enxurrada. Como tudo nesta vida perspectivas e variáveis são mutáveis. Só mesmo deixando à vontade o que o Universo nos reserva podemos experimentar todo processo.”

Mágica Mistura

imagens do WordPress

Solução caseira para clarear os dentes? Cuidado!

Banana, cúrcuma, carvão ativado… Não faltam candidatos “naturais” a deixar um sorriso mais branco.

Só que um estudo da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP) veio para cravar: esses ingredientes falham na promessa e ainda podem criar problemas.

“Nenhum clareamento com produtos caseiros se mostrou eficaz em nossa análise. O único branqueamento feito em casa que funciona é aquele recomendado por um dentista e realizado com material adequado”, resume a professora Fernanda Panzeri, orientadora do trabalho.

+ Assine VEJA SAÚDE a partir de R$ 9,90

A pesquisa, que durou dois anos, testou em laboratório as receitas miraculosas da internet e avaliou minuciosamente seus efeitos na estrutura dental. Nenhuma passou pelos testes!

“Friccionar carvão ativado nos dentes, por exemplo, deixa a superfície deles rugosa, o que aumenta a incidência de cáries”, alerta Fernanda. Já o uso de cúrcuma e casca de banana pode manchar os dentes.

Para manter o sorriso bonito

O que realmente ajuda a deixar os dentes brancos e saudáveis

Boa higiene
Escovar os dentes pelo menos três vezes ao dia é o básico. Evita doenças e deixa a dentição vistosa.

Os manchadores
Café, vinho e curry podem alterar a coloração e provocar manchas. Capriche na limpeza após a ingestão.

Manias perigosas
Ficar mordendo tampa de caneta ou qualquer outro objeto mais duro é prejudicial ao esmalte dental.

Apoio profissional
Está insatisfeito com a cor dos seus dentes? Melhor que ir atrás dos conselhos de redes sociais é procurar um dentista.

Algumas ideias não só são ineficazes como prejudiciais

Solução caseira para clarear os dentes? Cuidado!

publicado originalmente em Veja saúde

22 erros na cozinha que afetam sua saúde

Por Thais Manarini

Dentro de um pote de mingau de cevada, esquecido por dias e dias, ocorreu uma surpreendente transformação. Graças à ação das leveduras, a mistura tornou-se efervescente, borbulhou e deu origem à bebida ancestral da cerveja.

Assim como essa mágica, que aconteceu há milhares de anos na região da Mesopotâmia, diversos micro-organismos se aproveitam de descuidos na cozinha para se multiplicar. Infelizmente, porém, na maioria das vezes o resultado não costuma ser dourado, com espuma clarinha e sabor refrescante, muito menos digno de brinde.

Pelo contrário, chega a levar as pessoas ao hospital. Vírus, fungos, vermes e, sobretudo, bactérias são os principais responsáveis pelas doenças transmitidas por alimentos, as DTAs.

“A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima 600 milhões de casos pelo planeta anualmente”, conta o engenheiro de alimentos Uelinton Manoel Pinto, do Centro de Pesquisa em Alimentos da Universidade de São Paulo (FoRC-USP).

O professor coordenou um trabalho de análise das práticas de higienização, manipulação e armazenamento da comida em residências dos quatro cantos do Brasil. “Por meio de um questionário online, coletamos informações de 5 mil cidadãos de todas as regiões do país”, relata.

+ Assine VEJA SAÚDE a partir de R$ 9,90

Entre os “erros” detectados no estudo, destaca-se o costume de comer ovos crus ou malcozidos — hábito de 17% dos participantes. “Também observamos que mais de 50% descongelam os alimentos de forma incorreta”, aponta Pinto. E apenas 35% lavam direito frutas e hortaliças.

Dar uma escorregada vez ou outra até faz parte da rotina atribulada e nem sempre vai acarretar danos. Tudo vai depender das condições de saúde de cada um e da existência e da quantidade de micróbios na cozinha.

Mas, quanto mais se dá chance ao azar, maior a probabilidade de a família encarar dissabores depois. Prudência e canja de galinha — devidamente cozida — não fazem mal a ninguém.

Da higiene ao tipo e tempo de cozimento, passando pelo descongelamento dos alimentos, há um monte de deslizes que cometemos ao preparar as refeições

22 erros na cozinha que afetam sua saúde

publicado originalmente em Veja saúde

%d blogueiros gostam disto: