Como os humanos colonizaram a Ilha de Páscoa? Este estudo explica

Na parte sul e central do Oceano Pacífico, mais de mil ilhas espalhadas formam a chamada Polinésia. A região foi ocupada por meio de uma série de viagens, em que pequenos grupos de pessoas desbravaram o oceano em canoas e saltaram de ilha em ilha, ao longo de gerações.

Existem histórias orais sobre as navegações, mas não se sabe exatamente quando e em que sequência essas viagens aconteceram. A expansão ocorreu rapidamente, e por isso não há mudanças drásticas de idioma ou cultura entre as populações. 

Agora, uma equipe de cientistas recorreu à genética para montar o grande quebra-cabeça da migração na Polinésia, mapeando o caminho de colonização das ilhas. 

Eles sequenciaram o DNA de 430 habitantes  atuais de 21 ilhas. Por meio de análises computacionais de ancestralidade, os pesquisadores descobriram que a expansão partiu da ilha de Samoa por volta do ano 830 d.C. Ao longo de 17 gerações, as populações chegaram até a Ilha de Páscoa.

Pesquisadores analisaram o DNA de populações atuais para mapear a ocupação da Polinésia. Veja por onde eles passaram até chegar na Ilha de Páscoa

Como os humanos colonizaram a Ilha de Páscoa? Este estudo explica

publicado originalmente em superinteressante

Sacrifício para o agronegócio: Caatinga, floresta rica em biodiversidade, está em chamas por causa da expansão da soja — — Barbara Crane Navarro

Monocultivo de soja na Bahia deve enriquecer ainda mais as empresas Por Norbert Suchanek, Rio de Janeiro, para Junge Welt Quando se trata de destruição natural no Brasil, geralmente é a Amazônia. Outro desastre está ocorrendo atualmente no país, mas desta vez no Nordeste. Afetada é a Caatinga, a floresta seca rica em espécies do Brasil, que […] […] […]

Sacrifício para o agronegócio: Caatinga, floresta rica em biodiversidade, está em chamas por causa da expansão da soja — — Barbara Crane Navarro

O Genocídio dos Povos Indígenas na América do Norte ANTES de acontecer na América do Sul AGORA! — Barbara Crane Navarro

« Eles querem que abandonemos outra parte de nossa terra tribal. Esta não é a primeira vez nem a última vez. Eles reivindicam esta nossa mãe, a Terra, para seu próprio uso, e isolam seus vizinhos dela, e a degradam com seus prédios e seu lixo. O branco sabe fazer tudo, mas não sabe distribuir … […] […]

O Genocídio dos Povos Indígenas na América do Norte ANTES de acontecer na América do Sul AGORA! — Barbara Crane Navarro

Calada da noite…

Sou fã da natureza

Quanto mais crua , melhor

Pois nela a perfeição existe

Toda força vive,todo poder emana

Me sinto viva no mato,na terra

Bom mesmo era não precisar de cerca

Nem eira , nem beira,nem drama

Essencial de verdade,o chão,o céu

O mar, a gratidão … as plantas

Uma bela noite preta, estrelada e no silêncio

Transforma qualquer lástima em belo canto

O Cosmos em um só comigo

A calada da noite escura… é isto

Voltar às origens da Terra

Honrar o mais divinal presente

Que mesmo sufocado pelo progresso

Em todo ser reside,resiste, insiste

Pois toda criação e todo espírito

Sabe e conhece sua essência

No seu íntimo pressente…

Que voltando ao verdadeiro lar

Será inteiro novamente…

imagens do Pinterest