Assista a “SUPERPERDIDO DE IMPEACHMENT: O MAIOR DA HISTÓRIA!” no YouTube

Todos pela vida, todos pela esperança,pelo fim das mortes e do descaso!!!!

FORA BOLSONARO GENOCIDA!

imagens da internet

Somos todos Xokleng pelo meio ambiente e contra o “marco temporal”

Por Joenia Wapichana, deputada federal (Rede/RR), nascida na Raposa Serra do Sol, Sonia Bone Guajajara, coordenadora executiva da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) e Ana Patté, integrante da Apib e do povo Xokleng

O Supremo Tribunal Federal pode definir neste dia 30 os critérios definitivos para demarcação de terras indígenas, além de exorcizar de vez uma assombração que há anos nos persegue: a tese do “marco temporal”. O espectro se materializou durante o governo Michel Temer, quando a Advocacia-Geral da União (AGU) emitiu o Parecer 001/2017, prevendo sua adoção. Bandeira criada por ruralistas, ela prega que só teriam direito à posse de suas terras os povos que nelas estivessem vivendo até o dia da promulgação da Constituição, 5 de outubro de 1988. Esse atropelo inconstitucional busca restringir o artigo 231 que trata do tema, para acabar com o reconhecimento dos “direitos originários” sobre nossos territórios. Ele está sendo usado para inviabilizar, retardar e reverter processos de demarcação, ajudando o presidente Bolsonaro a cumprir a promessa de campanha de não demarcar “nem um centímetro a mais” de terras indígenas. As conseqüências podem ser catastróficas. Há exemplos.

A Mata Atlântica foi tratada como “mato”. Hoje, reduzida a 12,4% do seu tamanho original, ela virou uma espécie de anúncio fúnebre do que pode vir a acontecer com a Amazônia. A história recente dos Xokleng está diretamente ligada a essa tragédia e serve de exemplo para a trajetória da maioria dos povos indígenas brasileiros, desde 1500. O STF nos aproximou ainda mais, ao tornar ação envolvendo a Terra Indígena (TI) Ibirama-Laklanõ, onde vivem, caso de repercussão geral. 

[…]

Somos todos Xokleng pelo meio ambiente e contra o “marco temporal”

publicado originalmente em blog do pedlowski

Assista a “ELIZIANE GAMA MAT0U A PAU!! CARL0S WIZARD FOI HUMILHADO NA CPI!!” no YouTube

Uma grande lição da Senadora Eliziane Gama sobre Cristianismo e seu verdadeiro papel na sociedade,no momento atual e em todos os momentos.

Essas pessoas que se dizem “cristãos” deveriam primeiro : lavar a boca ao falar de Jesus Cristo… segundo : pelo menos terem a decência de ler a Bíblia para saberem a que veio o Verdadeiro Messias.

Vergonha, muita vergonha de ver pessoas ainda nos dias de hoje, diante da tragédia brasileira, se esconderem atrás da Bíblia e do nome do Cristo…

FORA BOLSONARO GENOCIDA!

imagens da internet

Governo Bolsonaro pediu propina em doses de vacina, diz jornal

O jornal Folha de S.Paulo publicou uma reportagem na noite desta terça-feira (29) em que um representante de uma vendedora de vacinas contra a Covid-19 afirma que recebeu pedido de propina ao oferecer doses para o Ministério da Saúde do governo de Jair Bolsonaro (sem partido).

De acordo com o jornal, Luiz Paulo Dominguetti Pereira, representante da Davati Medical Supply, afirma que teve uma reunião com o diretor de Logística do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias, em um shopping de Brasília, no dia 25 de fevereiro. O jornal tentou contato com Roberto e não obteve sucesso.

Representante de vendedora de vacinas relata que caso ocorreu em negociação de doses da AstraZeneca

Governo Bolsonaro pediu propina em doses de vacina, diz jornal

publicado originalmente em Veja

Governo Bolsonaro suspende contrato da vacina Covaxin

Ministério da Saúde divulgou na tarde desta terça-feira (29) que decidiu suspender temporariamente o contrato para a aquisição de doses da vacina Covaxin, imunizante da farmacêutica indiana Bharat Biotech. O acerto é alvo de apuração na Comissão de Inquérito Parlamentar (CPI) da Covid-19, no Senado Federal e por parte do Ministério Público Federal.

Acerto previa aquisição de 20 milhões de doses; Ministério da Saúde diz que decisão ocorreu para “análise aprofundada”

Governo Bolsonaro suspende contrato da vacina Covaxin

publicado originalmente em Veja

Decreto renova atuação das Forças Armadas na Amazônia — Ecoamazônia

Militares voltarão a atuar na repressão de delitos ambientais O presidente Jair Bolsonaro editou nesta segunda-feira (28) o decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) que autoriza novamente o emprego das Forças Armadas na repressão a delitos ambientais na Amazônia. 24 more words Decreto renova atuação das Forças Armadas na Amazônia — Ecoamazônia

Decreto renova atuação das Forças Armadas na Amazônia — Ecoamazônia

publicado originalmente em Bárbara Crane Navarro