Fé…por Charles Chaplin

“Minha fé é no desconhecido, em tudo que não podemos compreender por meio da razão. Creio que o que está acima do nosso entendimento é apenas um fato em outras dimensões e que no reino do desconhecido há uma infinita reserva de poder.”

✨✨Charles Chaplin

imagens do WordPress

Assista a “Rancho do Amor à Ilha . Poeta Zininho” no YouTube

✨✨✨Rancho de amor à Ilha...


Um pedacinho de terra, perdido no mar!...
num pedacinho de terra, beleza sem par!...

jamais a natureza
reuniu tanta beleza
jamais algum poeta
teve tanto pra cantar
num pedacinho de terra,
belezas sem par.

Ilha da moça faceira
da velha rendeira tradicional
ilha da velha figueira
onde em tarde fagueira,
vou ler meu jornal

tua Lagoa formosa,
ternura de rosas
poema ao luar

cristal onde a lua vaidosa
sestrosa, dengosa,
vem se espelhar.


✨✨composição:Zininho


✨✨✨”Rancho de amor à Ilha” é uma Composição de Claúdio Alvim Barbosa… Zininho… e é o Hino Oficial de Florianópolis Santa Catarina Brasil.

Zininho…imagem: Prefeitura de Florianópolis

Mágica ✨💖🌼

Sou mágica,sou boba,sou maga

Vejo gnomos, brinco com fadas

Falo com bichos, agradeço a água

Danço com os duendes,

Abraço árvores, claro 🌲

Procuro magia em tudo

Ela sempre está disposta a me encontrar

Adoro filmes de princesa

Assim como contos de fadas

Acho que sou meio Peter Pan

Wendy,no caso…

Mas também, é tão bonito

Respirar o sutil,o mágico

Amo bruxas,elfos,magos

Faço minhas mandingas

Uso pedras,penas,conchas

Acredito nos elementos

Sou irmã dos elementais

E assim vou seguindo

Mágica,boba,maga

Mas, você pode crer…

Tentando melhorar-me

Nunca é fácil,mas é mágico ✨🧙

amino apps

*imagem destacada do Pinterest

Assista a “Ney Matogrosso – “Por debaixo dos panos” (clipe de 1982)” no YouTube

… Hahaha…

✨✨Por debaixo dos panos…

O que a gente faz
É por debaixo dos pano
Prá ninguém saber
É por debaixo dos pano
Se eu ganho mais
É por debaixo dos pano
Ou se vou perder
É por debaixo dos pano…

É debaixo dos pano
Que a gente não tem medo
Pode guardar segredo
De tudo que se vê
É debaixo dos pano
Que a gente fala do fulano
E diz o que convém…

É debaixo dos pano
Que eu me afogo
Que eu me dano
Sem perder o bem…

O que a gente faz
É por debaixo dos pano
Prá ninguém saber
É por debaixo dos pano
Se eu ganho mais
É por debaixo dos pano
Ou se vou perder
É por debaixo dos pano…

É debaixo dos pano
Que a gente esconde tudo
E não se fica mudo
E tudo quer fazer
É debaixo dos pano
Que a gente comete um engano
Sem ninguém saber…

É debaixo dos pano
Que a gente
Entra pelo cano
Sem ninguém ver…

O que a gente faz
É por debaixo dos pano
Prá ninguém saber
É por debaixo dos pano
Se eu ganho mais
É por debaixo dos pano
Prá ninguém saber
É por debaixo dos pano
O que a gente faz
É por debaixo dos pano
Prá ninguém saber
É por debaixo dos pano
Se eu ganho mais
É por debaixo dos pano
Ou se vou perder
É por debaixo dos pano…

É debaixo dos pano
Que a gente esconde tudo
E não se fica mudo
E tudo quer fazer
É debaixo dos pano
Que a gente comete um engano
Sem ninguém saber…

É debaixo dos pano
Que a gente
Entra pelo cano
Sem ninguém ver…

✨✨Composição: Cecéu / Ney Matogrosso / António Barros

imagem:lu lacerda

Estradas…por Jack Kerouac✨

“Qual é a sua estrada, homem? A estrada do místico, a estrada do louco, a estrada do arco-íris, a estrada dos peixes, qualquer estrada… Há sempre uma estrada em qualquer lugar, para qualquer pessoa, em qualquer circunstância.

Como, onde, por quê?”

✨✨Jack Kerouac

imagem do Pinterest

*imagem destacada do wordpress

%d blogueiros gostam disto: