Chão de asfalto 🌃

Sou bicho do mato

Árvore,areia,terra,grama

Passarinho, vento,lama

Ando descalça

Sujo o pé

Sento no chão

Olho as estrelas

Até picnic faço

Cidade é obrigação

Não tem sapo…

Tem aço

Não tem mosquito

Tem muro

Não tem céu e lua

Só vejo prédio, calçada e rua

Não tem folha seca

Só barulho

Não tem lago…

Tem chão de asfalto

Fazer o quê?

O dever chama

Mas,sabe?

Não vejo a hora de voltar

Voltar pro mato,pro verde

Pro vento,pro lago…

Paz e Luz ✨✨✨

CANÇÃO DE OUTONO 🍁🍂🍁



Perdoa-me, folha seca,
não posso cuidar de ti.
Vim para amar neste mundo,
e até do amor me perdi.
De que serviu tecer flores
pelas areias do chão
se havia gente dormindo
sobre o próprio coração?

E não pude levantá-la!
Choro pelo que não fiz.
E pela minha fraqueza
é que sou triste e infeliz.
Perdoa-me, folha seca!
Meus olhos sem força estão
velando e rogando aqueles
que não se levantarão…

Tu és folha de outono
voante pelo jardim.
Deixo-te a minha saudade
– a melhor parte de mim.
E vou por este caminho,
certa de que tudo é vão.
Que tudo é menos que o vento,
menos que as folhas do chão…

Cecília Meireles

Assista a “Roupa Nova – A Viagem” no YouTube

Que tal “essa viagem”?

Arranjos de primeira, qualidade vocal impecável… Roupa Nova no pedaço ❤️

Um beijo especial no Paulinho,que de onde estiver, sabe que uma hora somos nós a fazer ” A Viagem” …que possamos ir com a alma leve e o coração tranquilo✨✨🌻❤️

Paz e Luz ✨✨✨

✨🌻A VIAGEM🌻✨

Há tanto tempo que eu deixei você
Fui chorando de saudade

Mesmo longe, não me conformei
Pode crer, eu viajei contra a vontade
O teu amor chamou e eu regressei
Todo amor é infinito
Noite e dia no meu coração
Trouxe a luz no nosso instante mais bonito

Na escuridão o teu olhar me iluminava
E minha estrela-guia era o teu risoCoisas do passado
São alegres quando lembram
Novamente as pessoas
Que se amam

Em cada solidão vencida eu desejava
O reencontro com teu corpo, abrigoAh, minha adorada
Viajei tantos espaços
Pra você caber assim no meu abraço
Te amo

Há tanto tempo que eu deixei você
Fui chorando de saudade

Uuh, na escuridão o teu olhar me iluminava
E minha estrela-guia era o teu riso

Coisas do passado
São alegres quando lembram
Novamente as pessoas
Que se amam

Em cada solidão vencida eu desejava
Um reencontro com teu corpo abrigo
Ah, minha adorada
Viajei tantos espaços
Pra você caber assim no meu abraço, uuh

Ah, minha adorada
Viajei tantos espaços
Pra você caber assim no meu abraço
Te amo
Te amo

Fonte: Musixmatch

Compositores: Aldir Blanc Mendes / Ricardo Georges Feghali / Cleberson Horsth Vie Gouveia / Luiz Fernando Olivei Silva / Sergio Herval Holand Lima / Paulo Cesar Dos Santos / Eurico Pereira Da Si Filho

PAZ e LUZ🌻✨

UM TESTE…UMA ORAÇÃO 🌻

Todos os dias são um teste

Teste de coragem

Pra levantar da cama

De resistência

Pra olhar as notícias

De paciência

Consigo mesmo

Com o próximo

Com os outros

Teste de civilidade

Com quem é negacionista

Não usa máscara

Não quer vacina

“É só uma gripezinha”

Civilidade pra não ficar igual

Não só nas opiniões…

Mas nas palavras ásperas

E atitudes bárbaras

Teste de compaixão

Prá mim o mais difícil

Todo dia tento , juro

Olhar com compaixão

Para quem não derrama

Uma gota sequer de bondade

Seja em palavra,

Ato ou ação

Coragem

Resistência

Paciência

Civilidade

Compaixão… Amém ✨✨